Você é o que você faz. Valorize-se!




O mercado artesanal está cada vez mais concorrido, uma vez que a necessidade da renda extra deixa de ser uma opção para torna-se quase uma obrigação em dias complicados na economia atual.
Antigamente, as técnicas artesanais eram quase sempre praticadas por mulheres, normalmente mais velhas, como um hobby ou um exercício para a mente. Hoje em dia, o artesanato além de auxiliar na saúde mental, torna-se um ótimo aliado para obter uma renda extra e acrescentar no orçamento do mês.

Foto: Pixabay

É claro que com a crescente busca pela prática do artesanato, aumenta-se também a concorrência, o que pode impactar de alguma forma na venda de suas peças, mas diante da dificuldade não podemos desistir e largar o barco, e sim, modificar o pensamento do cliente diante da nossa arte, atualizando constantemente e buscando sempre nos valorizar como artesãos, sempre inovando e compreendendo a necessidade das pessoas.
Sabemos o quanto é difícil, afinal, a necessidade da renda acaba apresentando descuidos na valorização da sua peça e desta forma os preços acabam sendo baixos e o retorno nem sempre é como o esperado.
Precisamos sempre deixar claro para o nosso cliente o quanto é preciso do reconhecimento e valorização, uma vez que precisamos adquirir a matéria-prima para a produção, precisamos também das embalagens para gerar uma ótima lembrança e experiência de compra, além da diversidade de peças o que pode atrair cada vez mais clientes, fugindo do cotidiano e inovando constantemente.
Lembre-se, você é o dono do seu negócio, você tem que se valorizar e colocar o seu trabalho em destaque, por isso é extremamente importante a qualificação, não somente na produção das peças, como na gestão da sua empresa ou do seu pequeno negócio, para isso, é preciso saber o mínimo de administração e marketing, para divulgação e controle financeiro.


Foto: Pixabay

Saiba que nunca será fácil e busque sempre o melhor, destaque-se dos concorrentes e mostre os argumentos ao seu cliente, além disso, saiba gerenciar sua empresa para que tenha sempre lucros e não gastos.
Divulgue o seu trabalho nas redes sociais, o Facebook é um ótimo canal de divulgação. O Whatsapp e Instagram também ajudam na divulgação, seja por foto ou vídeos. E por favor, não esqueça de responder o seu cliente, afinal, você precisa impressiona-lo também no atendimento, a primeira impressão é a que fica.
Saiba quem é o seu cliente, você não precisa fazer peças para todas as pessoas, mas sim, pensar em quem você gostaria que comprasse e focar nesse público, por exemplo: Mulheres que tenham de 30 a 45 anos.
Se possível, aprenda sempre uma nova técnica, assim você pode incentivar o cliente a adquirir outro produto, mas a princípio escolha uma técnica e seja especialista nela.
Faça metas e crie planos, não avançamos sem um objetivo. A dificuldade vai aparecer mais cedo ou mais tarde, mas a insistência é a chave para o sucesso. Acredite em você!

Postagens mais visitadas deste blog

#CROCHETERAPIA

Aprenda e faça: Girafinha estampada com Fabi Medico

#BORDADOTERAPIA