Pular para o conteúdo principal

O valor do aprendizado


Lembro-me da minha infância querida. Quando logo cedo minha mãe me acordava para ir para escola. A manhã fria e aquela preguiça não ajudavam a querer sair da cama, mas minha mãe insistia para que eu me levantasse e fosse para a escola. Depois de tomar o café da manhã, ainda com remela nos olhos, ia para a escola com um olho aberto e outro fechado.
Chegava lá e logo avistava meus amiguinhos. Que saudades deles... Ah, tinha também a professora Ana. Como eu adorava o sorriso dela. Até hoje não conheci uma mulher tão doce.


Eu não era uma das melhores alunas. Minha mãe que o diga! Mas a paciência com que a Tia Ana me ensinava me ajudou muito para que eu aprendesse a desenhar as letrinhas. Até hoje eu me lembro dos ensinamentos que ela me passou. Nunca vou esquecer, pois eles me tornaram a pessoa que sou.
Hoje eu sou moderna, uso celular e navego na rede! Acabei de comprar pela internet um novo curso de artesanato. Ensina o passo a passo e é SUPER FÁCIL de aprender. Agora estou me tornando uma profissional na área que eu mais gosto.



Tomar a decisão de aprender coisas novas resgatou a minha vida pessoal e profissional. Agora, continuo aprendendo para construir uma vida melhor. Minha autoestima melhorou e cada vez me sinto mais feliz, e de quebra, estou me tornando financeiramente independe. Minha vida está mudando pra valer!

Só depois de tanto tempo eu realmente entendi o valor do aprendizado.

Apesar de muitas vezes nós seguirmos caminhos que não foram predeterminados em nossas vidas, temos a chance, mesmo depois de tanto tempo, de conseguir acertar o caminho.
A vida é um eterno aprendizado e sempre devemos buscar o melhor para as nossas vidas!

Postagens mais visitadas deste blog

Passo a passo de cartonagem - Porta Moedas

Olha só que porta moedas lindo! Vamos aprender a fazê-lo com este passo a passo incrível da Érika Martins?

1) Cole as duas partes de mesma largura num  papel sulfite, para fazer a coifa.
2) Deixe margem de 0,5cm entre elas.
3) Faça o mesmo com as outras duas partes,  repare que há dois tamanhos, um para a parte  interna e outro para aparte externa.
4) Passe cola no cartão e na com  bastante atenção para a coifa.
5) Use o rolinho para tirar o excesso de cola e  evitar manchas no tecido.
6) Cole o tecido no cartão.
7) Com a espátula, marque bem a coifa.
8) Alise bem o tecido para evitar bolhas.
9) Nas pontas quadradas, corte o excesso de tecido  na diagonal, deixando uma pequena margem.
10) Na parte redonda faça picotes  com a ponta da tesoura.
11) Passe cola e vire as bordas do tecido,  com ajuda da espátula.
12) Faça o mesmo para a parte  interna e a externa também.

O que é cartonagem?

Vamos falar sobre Arte, vamos falar um pouco mais sobre a CARTONAGEM!
A cartonagem é uma técnica que possibilita a confecção vários objetos utilitários e decorativos. Usando como base o papel cartão cinza, de gramaturas variadas e cola branca. A forração dos projetos pode ser tanto em papel quanto em tecido.
Essa semana esteve no programa Arte Brasil a artesã Claudia Wada (http://cursosbyclaudiawada.blogspot.com/) que nos trouxe uma idéia de carteira incrível, usando a técnica de cartonagem. Olha que linda a peça que ela criou:




Gostou?
Linda né? e é muito fácil produzi-la, basta ter os materiais necessários e seguir o passo-a-passo. 
Saiba como adquirir os materiais para a produção deste kit clicando aqui http://migre.me/41Qt5


Um ótimo final de semana e até a próxima





Passo-a-passo exclusivo Almofada em Capitonê

Confira a seguir um passo-a-passo exclusivo de uma almofada lindíssima em ponto Capitonê.

Para produção da peça, você irá precisar: - 1,10 M DE TECIDO OXFORD;
- RÉGUA PARA CAPITONÊ DE 3 CM;
- AGULHA DE COSTURA;
- LINHA DE COSTURA NA COR DO TECIDO;
- 50 CM DE TECIDO TNT;
- MANTA ACRÍLICA SILICONADA;
- ZÍPER (DE 35 A 40 CM).

Passo-a-passo: Medidas:
Para parte da frente usar 64X64 cm, para quadricular de 3cm , mais 5m de borda de cada lado (total 74X74 cm)
Para parte traseira, após terminar o trabalho, medir e cortar a quantidade necessária , deixando a margem de costura das laterias e do Zíper

Risco: